As crianças que estão nascendo agora trazem uma parte bem maior da consciência total de suas almas .

As crianças que estão nascendo agora  trazem uma parte bem maior da consciência total de suas almas .

Muito trabalho foi feito pela geração mais velha de trabalhadores da luz e isto lhes custou muito, pois eles atravessaram os vales internos de autodúvida e solidão, antes de conseguirem abrir um novo horizonte para as gerações que viriam. Se você faz parte dessa geração mais velha, saiba que estabeleceu um farol de luz para aqueles que vêm atrás de você.

Agora você está passando a tocha para a nova geração. E, ao passá-la adiante, você pode lhes fornecer apoio e incentivo, enquanto eles podem inspirá-lo com sua paixão e com a pureza de seus corações. Eles são mais “diferentes” ainda do que você foi. Enquanto você conseguia se adaptar temporária ou parcialmente a um ambiente que realmente não ressoava consigo, eles não têm capacidade para fazer isto, nem mesmo no nível de comportamento externo. Em outras palavras, eles não conseguem nem sequer fingir isto um pouquinho. Suas emoções e seus corpos físicos protestam, em um nível profundo, quando são confrontados com as energias limitadoras de muitos sistemas tradicionais de educação ou métodos de criação de filhos. A adaptação não é uma opção para essas crianças. Principalmente as mais sensíveis entre elas entrarão em colapso físico e emocional em um ambiente da velha energia, e seu comportamento tornar-se-á tão problemático, que o ambiente ao seu redor terá que reagir e mudar. Não é mais possível reprimir ou ignorar os problemas. As crianças que estão chegando agora forçarão a sociedade a refletir profundamente sobre suas próprias suposições a respeito das crianças e da vida em geral.

 

As crianças que estão nascendo agora (e que vêm encarnado na Terra há algumas décadas) trazem uma parte bem maior da consciência total de suas almas do que a que vocês trouxeram. Quando vocês entraram no campo da Terra, atravessaram um “véu de ignorância” que os mantém separados da dimensão da qual estou falando neste momento. Este véu é como um par de óculos que, uma vez colocado, faz com que acreditem que são um Eu separado, trancado dentro de um corpo. Na verdade, o véu da ignorância os capacita a vivenciar a dualidade na Terra, portanto tem seu valor, mas o momento atual está propício para que o véu se torne mais transparente e permita uma comunicação maior entre os dois lados. Existem cada vez mais pessoas que buscam o outro lado do véu e que percebem que são unas com algo maior do que simplesmente “este corpo” e “esta personalidade”. Quanto mais pessoas fazem isto, mais se forma um canal por onde a energia cósmica amorosa se derrama na dimensão da Terra. É nesta onda de energia cósmica que as novas crianças viajam.

Tente sentir a energia dessas crianças por uns instantes. Sinta a onda de energia cósmica na qual elas viajam. Não pense nisto, apenas abra seu coração e permita que as sensações o atravessem. Essas crianças vibram em um nível mais elevado. A energia delas pode parecer brincalhona, alegre, leve como a de uma borboleta e, ao mesmo tempo, de uma sabedoria e profundidade incomuns. Elas escolhem, muito conscientemente, personificar uma grande parte de suas almas, de seus seres divinos, na Terra. Fazem isto porque desejam contribuir para a transformação da consciência na Terra e têm total consciência de que isto pode lhes trazer muitos problemas. No nível do Eu Superior, da parte mais consciente delas, elas fizeram esta escolha conscientemente. Mas no nível do ser emocional (ou “criança interior”), podem ficar traumatizadas ao se confrontarem com a realidade da Terra. Elas correm o perigo muito real de se perderem e se perturbarem no campo da Terra, já que não podem desligar sua sensibilidade e vibração elevada quando estão em um ambiente menos desenvolvido. Assim, ou elas terão que encontrar um espaço na Terra para expressar sua energia com segurança e liberdade, ou terão que lidar com intensas frustrações e dúvidas internas. Então, veja como essas almas são corajosas e amorosas, ao correrem os riscos que correm! Essa mesma coragem e poder de amor foram demonstrados por você, quando encarnou na Terra.